Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]
Soninha Francine comprova que o amor é mesmo cego. E um pouco louco | Assuntos de Mulher | Dicas, Truques , Cabelos e Maquiagens

Soninha Francine comprova que o amor é mesmo cego. E um pouco louco





d9cdd  soninha paulo sergio 750 1 Soninha Francine comprova que o amor é mesmo cego. E um pouco louco

Soninha e seu marido, ex-morador de rua: um amor que desafia a lógica

Soninha Francine, ex-VJ da MTV, ex-secretária do governo Dória e vereadora (PPS), revelou, em entrevista ao  jornalista Morris Kachani, do do jornal O Estado de S. Paulo, no sábado (17), que vive um relacionamento com Paulo Sergio Rodrigues Martins, de 41 anos, ex-morador de rua. De acordo com a publicação, os dois se conheceram em uma ação social organizada pela própria vereadora e dois amigos dela. O beijo foi debaixo do Minhocão.

A revelação do namoro levou Soninha a ganhar apoio de muita gente neste domingo (18), durante a parada LGBT.  ”Me surpreendeu ter sido cumprimentada por tanta gente – por algo que, em si, nem devia ser motivo de cumprimento, eu ‘apenas’ me apaixonei por uma pessoa com história muito complicada, de vida na rua e alcoolismo”, disse Soninha ao da revista Veja. “Muitos acharam bonito o relacionamento; outros acharam bom eu ter contado. As reações ruins eu já tinha tido muitas ao longo dos anos.”

A história só veio à público agora, mas Soninha está nessa há uns quatro anos. A família e os amigos acharam que Soninha tinha pirado. “A maior resistência foi da mãe e...

das filhas. Era como se a minha família não estivesse me reconhecendo. E eu, tipo, ‘Ei, sou eu!!! Vocês esqueceram?’.”

Soninha minimiza o episódio, diz que apenas “se apaixonou” por alguém com uma vida dura. E surpreende mas uma vez ao revelar que foi “amor à primeira vista”. Considerando que a primeira visão que teve de Paulo Sergio foi a de um homem imundo, em estado lamentável, com a barba toda emaranhada, o protótipo do morador de rua, ostensivamente largado… só é possível concluir que o amor é mesmo cego.

E, sim, um bocado louco. Não se trata apenas de um abismo social. Há, a meu ver, uma pitada de insanidade nisso tudo. Existe um desfiladeiro cultural entre Soninha e Paulo. Ele nunca tinha ido ao cinema, lido um livro, visto uma peça de teatro. Um homem alcóolatra, morador de rua há 20 anos. Como disse uma amiga, Soninha atualizou todas as definições do que é “ter dedo podre para escolher homem”.  Confesso que é muito difícil ouvir essa história e realmente não pensar que Soninha enlouqueceu. Colocar um cara desses dentro de casa, tendo uma filha de 20 anos ali, para mim já é sandice suficiente.

Tudo bem que galera do oba-oba está aí dando tapinha nas costas de Soninha, achando tudo lindo. Mas à luz da razão parece até um caso de marketing social, um experimento bizarro, ou coisa que o valha. É realmente difícil de acreditar nessa paixão. Desafia a lógica. Mas, é aquilo, né? Quem falou que a vida é lógica? Mas que beira a loucura, ah… não resta dúvidas.

http://r7.com/bYcl

&nbsp
&nbsp

The Soninha Francine comprova que o amor é mesmo cego. E um pouco louco Blog da DB.

Fonte: Blog da DB





Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>