Artigos,

Homem é preso por estuprar enteada e mantê-la em cárcere privado

HOMEM ESTUPRO ENTEADA CÁRCERE


Um homem foi preso por estuprar enteada, de 20 anos, e mantê-la em carcere privado, na tarde de segunda-feira, 10, em Borba, no interior do Amazonas. A jovem sofria abusos do padrasto desde os nove anos de idade. As informações foram obtidas pelo portal ‘G1’.

HOMEM ESTUPRO ENTEADA CÁRCERE

Crédito: Divulgação/Polícia CivilHomem é preso por estuprar enteada e mantê-la em carcere privado

O homem esperava a mãe da vítima sair de casa para ir trabalhar para cometer os crimes, segundo informações da polícia.

Segundo as autoridades, na segunda-feira, já fazia uma semana que a menina era mantida em carcere privado dentro da própria casa. Ela conseguiu fugir do local com a ajuda de um tio, quando o padrasto foi deixar o filho dela, de três anos, na escola. A polícia investiga a possibilidade do filho da vítima ser também do padrasto.

“O infrator não deixava a jovem sair ou ter um celular, para prevenir denúncias por parte dela. Quando ele saia pra qualquer lugar, ele trancava a porta e levava a chave e ainda ameaçava a vítima, porém, por um descuido dele, ela conseguiu fugir e delatar o caso na delegacia. Estamos investigando a possibilidade do filho da vítima ser do próprio padrasto”, disse a escrivã, Carla Vieira, da 74ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Borba.

O homem foi autuado em flagrante por cárcere privado e estupro e está preso na unidade policial, onde ficará custodiado, a disposição da Justiça.

O que fazer caso eu seja vítima de estupro?

Homem é preso por estuprar enteada e mantê-la em cárcere privado 1

Crédito: Getty Images/VettaNunca se deve culpar a vítima pelo crime cometido

  • Cuide da sua saúde em primeiro lugar. Antes de se preocupar com as medidas legais é importante receber atendimento médico, se necessário. Existem centros especializados em saúde da mulher que costumam estar melhor preparados para os casos de violência sexual.
  • Chame a polícia ou vá até uma delegacia.
  • Será feito um boletim de ocorrência e você será encaminhada, em seguida, a um hospital para realizar exames e receber medicamentos para prevenir doenças sexualmente transmissíveis (como o HIV), além de receber a pílula do dia seguinte para evitar gravidez, caso já não tenha passado por atendimento médico.
  • O boletim de ocorrência logo após o crime é importante para que seja feito o exame de corpo de delito (realizado por um médico no Instituto Médico Legal — IML). Por essa mesma razão, não é recomendável que a vítima tome banho após o ocorrido, pois isso pode impedir a coleta de algumas provas importantes para a investigação e posteriormente para o processo criminal (ex: identificação da presença de sêmen o que pode auxiliar até na identificação do autor). Além disso, é importante guardar as roupas usadas no momento do crime para coleta de provas. O DNA do autor pode ser coletado destas peças de roupa, por exemplo.
  • Nos casos em que houve o uso de drogas como o “Boa Noite Cinderela” é importante que a vítima faça o Exame Toxicológico (através de exame de sangue e urina) em no máximo 5 dias após a ingestão. O ideal é fazê-lo o quanto antes possível.

Nunca se deve culpar a vítima pelo crime cometido contra ela. A culpa jamais será da vítima e pressão de amigos e familiares indagando sobre a roupa, comportamento, postura, circunstâncias corroboram para os altos índices de suicídio entre vítimas de estupro.

Para mais informações e como denunciar, clique aqui.


Imagem Carnaval Sem Assedio



Fonte da Noticia >Fonte deste Artigo Clique Aqui

no comment